Suas avaliações psicológicas podem estar vencidas. Entenda!

Pulicado em 07/02/2019

Autor: Adriano Borges | IGC Educação

As avaliações psicológicas fazem parte da vida de muitos psicólogos, mas elas têm prazo de validade. Continuar aplicando os testes mesmo com eles estando desfavoráveis pode ser arriscado. Descubra o porquê!

Avaliações psicológicas são muito comuns a profissão do psicólogo, sendo utilizadas, muitas vezes, em processos seletivos, como forma de conhecer os candidatos e sua personalidade. Além do tipo de teste, você também deve ter o cuidado de checar se ele ainda pode ser utilizado, consultando o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos (Satepsi), isso porque em 2018 muitos deles tiveram seus estudos de normatização vencidos.

De acordo com a Resolução 09/2018, as avaliações psicológicas passaram a valer por 15 anos, contando a partir da data de aprovação do teste pela Plenária do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Assim, após o vencimento da mesma, as editoras ou os responsáveis técnicos devem apresentar novos estudos sobre ela, em tempo hábil para ser avaliada pelo CFP. Caso isso não ocorra, elas serão consideradas desfavoráveis.

De acordo com a coordenadora do curso de Avaliação Psicológica, Rayana Ribeiro de Almeida, essas revisões garantem um uso responsável dos testes por parte dos profissionais de psicologia. “A utilização de métodos e técnicas psicológicas são de função privativa das psicólogas e psicólogos. O processo de avaliação dos instrumentos contribui para o aprimoramento da qualidade técnico-científica, garantindo critérios para o uso ético e responsável dos instrumentos no âmbito profissional”, relata.

O que isso significa na prática?

De forma simples e direta, se os testes psicológicos aplicados por um psicólogo forem considerados desfavoráveis, os profissionais devem parar de utilizá-los em suas avaliações, suspendendo o mesmo de sua rotina de trabalho. Caso isso não ocorra, o caso pode ser considerado falta ética, o que é passível de denúncia e punição pelo CFP.

Conforme relata a coordenadora, a falta ética gera uma série de sanções ao profissional, que vão desde punições até a cassação do exercício profissional.

Como saber os testes que estão desfavoráveis?

A partir do momento em que as avaliações se tornam desfavoráveis, elas passam a ser listadas na parte superior do site da Satepsi, na aba “Psicólogos não podem usar”. Ao clicar a pessoa terá acesso a uma lista de testes considerados inaptos a serem aplicados, incluindo os mais recentes, classificados dessa maneira em 2018.

Os testes são submetidos a uma apreciação para saberem se são favoráveis ou não. “Para terem um parecer favorável, os instrumentos psicológicos são submetidos à apreciação da Comissão Consultiva em Avaliação Psicológica do Conselho Federal de Psicologia (CFP) cuja constituição e funcionamento seguem as normas estabelecidas na Resolução CFP nº 003/2017”, explica Rayana.

Entre os testes considerados desfavoráveis estão:

  • Z- Teste (Teste Zulliger) – Freitas
  • O desenho da figura humana: avaliação do desenvolvimento (DFH III)
  • Escalas Beck: Inventário de Depressão Beck (BDI), Inventário de Ansiedade
  • – Beck (BAI), Escala de Desesperança Beck (BHS), Escala de Ideação Suicida Beck (BSI).
  • Big-bateria de inteligência geral (big)

Btag – ii: bateria de testes de aptidões gerais ? ii (btag – ii)

Adriano Borges | IGC Educação

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com "*", são obrigatórios.

*


Algumas Sugestões para você

+
Pós-graduação em Psicologia: devo fazer? Qual escolher?

Pulicado em 23/09/2015

Autor: Adriano Borges | IGC Educação

+
Saiba como se sair bem em uma entrevista interna!

Pulicado em 01/03/2017

Autor: Adriano Borges | IGC Educação